<BODY>
Lady Gwen
 

Arquivos

Home
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Outubro 2007
Maio 2009

Template by Theya





segunda-feira, 28 de maio de 2007

at work...

Coleguinha 1: Fernanda, vc já fez a barba assim? e, com o estilete, faz o movimento da navalha.
Eu: ¬¬

Coleguinha 2: Vc calça quanto Fernanda?
Eu: 36
Coleguinha 2: que pé de moça, man!
Eu: ¬¬
Será pq?

Enviado por Ban às 15:25


sexta-feira, 25 de maio de 2007

Internet

eu sempre gostei de uma coisa na internet: liberdade.

Liberdade pra ser quem e o que vc quiser!

Mas quando essa liberdade começa a perpetrar, se infiltrar e "tentar" atrapalhar a felicidade dos outros, isso aí não tem mais graça nenhuma!

Eu não sou uma pessoa legal, não mesmo! Sou casca de ferida quando pisam na unha de meu dedão, então, quem quer que atenda por Ariana, tenho um recado:

Não, seu e-mail não surtiu nenhum efeito sobre mim.
Nenhum.
Mentira, sobre mim surtiu sim - curiosidade de saber quem é vc e vonta de escrever essa merda!
Mas sobre minha vida, te garanto: vou chegar em casa, assim como ontem, olhar meu namorado deitado sonolento na cama, desnudar-me e deitar do lado dele.
Bem, e chegar atrasada no trabalho pq somos ótimos juntos!

Desculpa aê, ebó!
Vai urucá a vida dos outros pq a minha... ah, a minha!!!
Nós passamos dessa fase, piriguete!

hauahuaha!

Enviado por Ban às 19:16


terça-feira, 22 de maio de 2007

yestarday



VCs tão vendo alguma coisa escrita neste troço aí?
Nem eu, pq NÃO TEM!
A única coisa que eu consigo ler é aquela frase mentirosa do canto inferior que diz que o Blogger salva automáticamente.

Salva o quê, a janela vazia???

Filho da puta!

Enviado por Ban às 15:54


quarta-feira, 16 de maio de 2007

Estou com caspa...

é, caspa.
Aquele trequinho que algumas pessoas têm na cabeça.

algumas infelizes, é claro!

Minha cabeça coça mesmo depois de eu ter lavado e, pra dizer a verdade, só me lembro de tanto pozinho branco cair assim dela quando, na sétima série, coloquei pó de giz no ventilador de teto pra sujar meu professor negão!

Deu certo, mas como podem notar, não foi só ele que ficou branquinho...

Lógico que eu li em Alguns lugares sobre o que pode influir pra isso, pra essa repentina humificação de meu coro cabeludo, eeeeeeeeeeeeee, lógico que eu descobri que um fator de risco para esse diagnóstico - e que coincidentemente estou exposta - é a umidade.

Não.
Isso não me deixa nada feliz.

Coçar a cabeça o tempo todo, todo o tempo não me deixa nada feliz!
Deixar meu Blazer branquinho de poeira lunar de caspa não me deixa nada feliz!
Tá, estar gorda não me deixa nada feliz, ter deixado a faculdade não me deixa nada feliz, não ganhar na mega-sena não me deixa nada feliz, não comer acarajé todo dia não me deixa nada feliz, não cagá todo dia não me deixa nada feliz!

Tenho que arranjar um pé de babosa urgente - pena a casa de Lena estar tão longe...

*

Falar em casa de Lena, lembrei de Janne Eire.
Tá, eu sei, não é na casa de Lena que ela mora, sim na casa de Eva... Mas disso vc´s não fazem questão de saber, não é mesmo?

POis é, inda mais que ela nem mora mais na casa de Eva...
hauhauah!
Voltando a Janne Eire - que ninguém sabe ou não se teve o nome inspirado naquele livro que Charlote Brontë.
Pois é, agora voltando de verdade: Janne Eire e eu temos trocado muitos e-mails ultimamente, e, a maioria deles, nostalgicos!

Sim cheios de saudades mesmo!

Saudades do tempo em que nós 4 só tinhamos R$ 1,00 no fim de semana e comprávamos um misto, enchiamos de catchup e maionese e nos sentíamos as pessoas mais felizes do mundo o dividindo!

É, como diz Janne Eire, hoje a felicidade vem em momentos, naquela época, já acordavamos felizes!

Vamos esquecer de necessitar de um motivo pra ser feliz?
Vamos simplesmente, como minha sábia, amada e amiga Janne Eire disse, acordar felizes?

Talvez o mundo possa ser bem melhor!

Marcadores: , ,

Enviado por Ban às 21:28


terça-feira, 8 de maio de 2007

Baianidade NagÔ


Não foi essa a ultima imagem que vi de Salvador,

foi esta!

Mas nos anos em que morei em salvador, a maior parte deles, foi na barra...

...e desta vez não serão minhas palavras que vão até vocês, será as imagens que me fez sentir saudade!

A coisa que me dá mais saudade...
Não é uma imagem, é algo mais palpavel!
desgustável,
apimentado,
quente,
cheiroso,
gostoso,
viciante...

A moqueca eu arrisco e faço!
Como, mato a saudade,
a vontade do dendê!

Mas daqui não vejo esse verde que tá sempre verde por causa das chuvas de verão
daqui eu nao vejo esses coqueiros se desdobrarem pra se manter em pé por causa do vento do mar!

Eu queria
Que essa fantasia fosse eterna
Quem sabe um dia
A Paz vence a guerra
E viver será só festejar


era meu programa de todas as noites...

Na barra o Farol a brilhar
não tínhamos Tv, Paulinha e eu, então, caminhávamos pela orla e sentávamos na frente do farol sentindo o gosto do vento, o cheirinho do acarajé que vinha das baianas ao lado...

...e sentindo saudade de casa!


Agora eu sinto saudade dessas caminhadas!

E tb dessas, um pouco mais puxadas, mas não menos prazerosas!


...e a ultima imagem que vi, de salvador, de dentro de um ônibus, com Paulinha ao meu lado, nó na garganta depois de um dia de praia, foi exatamente esta!

e pouco depois fui procurar o cachorro que me uniu ao destino que tenho hoje.
Ele não estava,
mas o pÔr do sol se despediu de mim!

Enviado por Ban às 20:23


quinta-feira, 3 de maio de 2007

Ter ou não ter, eis a questão!

logo que cheguei em Manaus, tudo que eu tinha era Tempo!

Tinha todo o Tempo do mundo,

Tempo pra pensar,

Tempo pra me depilar - só não tinha pêlos pra isso, então...

tinha tempo pra criar! Então criava coisas estranhas na cabeça e acabei ficando loira em Santa Isabel do Rio Negro!

Tinha Tempo pra viajar inclusive tempo suficiente na viagem pra ficar só olhando a água à procura de bichinhos! Valeu a pena, vi umas dezenas de botos - nenhum rosa - vi os peixe boi e suas respectivas vacas, milhares de aves, macaquitos, uma oncinha e minha amiga jacaroa!

Tinha Tempo pra ter ciumes e as mais incríveis e diversificadas crises dele!

Tempo pra ficar sem comer e emagrecer Só não entendo como, com tanto tempo sobrando a ansiedade não me fazia comer, comer, comer!

Tempo pra ter as unhas cada dia de uma cor!

Tempo pra dormir... Acho que era por isso que eu não comia, dormia todas as horas do dia e me mantinha acordada à noite. Hoje estou sempre acordada de dia, desde as 8 até...


... e sempre acordada de noite tb, pelos meus calculos!


Tempo pra tudo!


E acabava não fazendo nada com meu tempo!

Não vivi bem nada que deveria ter vivido naqueles dias.

Hoje Não tenho Tempo pra escrever, pra dormir, pra comer, pra arrumar o quarto...


...hoje tenho tempo pra nada!
Hoje eu não tenho tenho mas eu tenho uma história!
Uma história fantástica de uma moça com os cabelos desgrenhados e um rapaz com barba sempre por fazer...
Ah, sim!
E quem tá feliz, posta muito menos...

Enviado por Ban às 19:04


quarta-feira, 2 de maio de 2007

Sim, sim, sim!

eu tenho instinto assassino!

Marcadores:

Enviado por Ban às 21:39