<BODY>
Lady Gwen
 

Arquivos

Home
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Outubro 2007
Maio 2009

Template by Theya





domingo, 31 de dezembro de 2006

Levo de 2006...

Isso é realmente coisa de quem não quer deixar de postar, pq, afinal de contas, não faço a mínima idéia de com quê preencherei esse editor.

Que seja!

Posso fazer o básico, mostrar que sou clichê e...



...Novos amigos?
Só os de verdade.
Guardo na memória uns do gabinete, que me fazem saudade.

Têm também aqueles que lhe fazem mudar...


...de cidade!


Têm os amigos que trouxe do ano anterior, mas que trouxe, pq é de verdade.

E aqueles que há muito não via.



...Ociosidade!

é a vida, né?
POr enquanto tô nessa, carregando esse fardo enorme e pesadíssimo que eu não queria!

Faculdade?

Lá atraz, trancada.
Se isso me deixa feliz?
Não.
Preferia estar "perdendo tempo" com algo que eu acreditava não dar certo que perder tempo com nada.
Isso um dia vai me matar!



...saudade...

Mudou de endereço...



...amor.

Esse vem atravessando anos e mostrando que seu lugar é de meu lado.



...o coração com esperanças. Cheinho delas.

A maior?

Que vou ganhar na Mega-sena hoje e serei a mais nova milionária.
Tá, quem se importa que vou me corromper com tanto dinheiro e se vou enouquecer?
Pelo menos vou poder pagar um bom analista, não é mesmo?

Enviado por Ban às 15:24


sexta-feira, 22 de dezembro de 2006

um, dois, três...

Inteligente, interessante e bonita.

Três tipos diferentes de mulher.

Sim, tipos diferentes...



Hoje, particularmente hoje, se olhasse no espelho, veria dois tipos de mulher:
-do pescoço pra cima, hoje eu encontraria uma mulher bonita. Uma mulher morena e bonita!
-do pescoço pra baixo, tô com a maior cara de inteligente. Trocando em miúdos, gorda.

Mas, na verdade, como gosto de me sentir mesmo, é interessante!

Acompanhem comigo:
Apenas uma pequena parcela das pessoas que visitam Blogs gostam de ler coisas genuinamente inteligentes. Se não tiver pelo menos uma pitadinha de algo que o deixe... hum, vou me tornar repetitiva! Se não houver pelo menos uma pitadinha de algo que o deixe perticularmente interessante, creio eu, não prenderia a atenção de um leitor por muito tempo.

Eu disse muito tempo, tá!?!

E, por muito tempo eu quero dizer um, dois, ou três posts!
No entanto, algo que seja engraçado, dramático, pastelão... Isso sim atrai pessoas.

E vc sabe o porquê?


Por que Brasileiro gosta mesmo é de um barraco!
Nada...
Belas histórias não vendem, e, se não vendem, de graça é que ninguém vai querer! Acabou-se a do ditado que diz que "de graça até injeção na testa", não, somos todos exigentes! Se não vendeu é pq não tem qualidade.

E pq eu me ateria a algo que não tem qualidade?

...a não ser que seja por diversão, não é mesmo?


Textos inteligentes são enfadonhos.
Novela mexicana e Manoel Carlos caiu de moda...

...o povo agora gosta é de um bom e quente barraco online!




Bem, agora eu tenho de ir, minha janelinha do messeger tá piscando e... Quem sabe eu não terei uma novidade pra proxima vez, hein?
É, pq se os barracos estão nas telas de blog, onde vc´s acham que moram os fofoqueiros?

Enviado por Ban às 20:27


sábado, 9 de dezembro de 2006

Abrindo o editor

"Longe de Casa, há mais de dez semanas..."

Às vezes vc se faz perguntas nas quais se vê incapaz de responder, perguntas que lhe deixam com sono no meio da tarde e lhe acordam no meio da madrugada.

Perguntas que fazem o chão se mover quando vc está parado.

Perguntas que conseguem, inclusive, apagar o brilho das estrelas...

Enviado por Ban às 19:46


sábado, 2 de dezembro de 2006

Todos somos iguais...

Mas alguns de nós são mais iguais que os outros.

Tá, é uma bela frase, uma bela maneira de dizer que somos diferentes e que ainda assim procuramos nos ver nos outros, mas não era isso que eu esperava pro final daquele livro.

Não mesmo.

Na realidade, não gostei muito da atitude dos porcos... Não gostei da imagem que Orwel criou pra eles.
Porcos são criaturas legais.

Inteligentes e legais.

E não aquele bando - no caso vara - de manipuladores da verdade.

Porém, como a atitude dos porcos já era aquela e eu não poderia mudar - mesmo sendo apaixonada pelos seus narizes de tomada e sua cor genuinamente rosa - eu estava esperando que a aura de mistério que envolvia o jumento (jegue) tivesse algum sentido lógico.

O que definitivamente não teve...
Não, ele saber ler não conta como mistério!

Perdi o fio da meada, contentem-se com isso como post!

hahauhauhauhauhauahuahauha!!!!

Enviado por Ban às 21:07